Uma lápide são quatro lados, sejam vazios ou cheios, generosos ou estéreis

Erabiltzailearen balorazioa: 5 / 5

Star ActiveStar ActiveStar ActiveStar ActiveStar Active
 

 4

mundua
euskaraz1 
erderaz1
catala1
français

Uma lápide são quatro lados, sejam vazios ou cheios, generosos ou estéreis. Uma estela é uma cabeça, uma vida ganha, uma cabeça recolhida, redonda. ◆ Cindidos da terra, pedra sobre pedra, os escudos sonham ser corpos se alguém os põe de pé. Surpreender-se diante uma lápide. A morte é pedra endurecida, não vasilha que nada contenha, nem bebedouro, se não a esvaziaram antes. Uma lápide tem quatro lados, acima e abaixo, direita e esquerda, e quatro canais... Não são quatro partes nem quatro pedaços, seja como for quatro parcelas que o raio lavrou no aprisco. Só há um centro no quadrado plano, e o plano que se abre em infinitas direções. E estas dores de esquartejamento, que chegam até as raízes-veias cortando em quartos o futuro. t E o olhar quarteado é, segundo diz Retana, uma película no olho ou um cisco de átomo ou o pó mais diminuto da farinha ou um raio de sol E cataratas no último quadrante, onde tanto as águas como o céu são aquosos, água única, indissociável: água azul, pura água.